menu
Partilhar

Como criar um hábito

 
Por Marina Corrêa, Editora. 31 agosto 2021
Como criar um hábito

Com uma rotina tão corrida, às vezes fica difícil implementar certas coisas ao nosso dia a dia, porém, muitas vezes, essa implementação é essencial. Isto é, fazer um exercício físico, passear com o cachorro, reservar um momento para fazer uma atividade de autocuidado, entre outras atividades. Criar um hábito novo pode ser bem complicado, mas com uma ajudinha e alguma perseverança é possível.

Para te ajudar nesta missão, nós do umCOMO separamos dicas essenciais para que você aprenda a como criar um hábito.

Também lhe pode interessar: Como fazer um jantar temático

Como criar hábitos

Os bons hábitos são necessários, mas ao mesmo tempo muito difíceis de serem criados (e mantidos) seja por preguiça, falta de tempo, por viver no automático ou achar que pode ser mais complicado do que realmente é. Mas a verdade é que eles são muito necessários e com algumas dicas efetivas de como criar hábitos pode ser que não seja um mistério tão grande assim.

1. Comece pelo pequeno

Já ouviu alguém falar que começou uma dieta super restritiva e desistiu no segundo dia? E, ao contrário disso, ouviu histórias de pessoas que cumpriram atividades grandiosas, como correr uma maratona, mas começaram os treinos pouco a pouco? Isso é porque é o que faz mais sentido!

Não queira abraçar o mundo com as pernas, porque existem grandes chances de você acabar deixando para lá. Se você quer criar novos hábitos de organização, por exemplo, comece arrumando sua cama todas as manhãs. Uma vez que tiver enraizado isso, passe para todo o quarto, e quando você vir, estará arrumando toda a casa sem nenhuma dificuldade.

2. Não se cobre tanto, mas tenha disciplina

Claro que existirão dias que fazer aquela atividade que você se propôs será inviável. Afinal, imprevistos acontecem e não é bom sermos extremos com nada na vida. Não é porque você deixou de malhar um dia, porque teve a reunião de pais na escola do seu filho que você precisa abandonar o hábito. Mas também, ao mesmo tempo, não deixe sua mente criar desculpas todos os dias para não fazer aquilo que se propôs.

3. Tenha paciência

Como é que uma criança começa a andar? Ela primeiro brinca bastante no chão, depois começa a sustentar um pouco o tronco, logo está engatinhando, para só então andar. Você não vê uma criança passar do colo da mãe para correr de um dia para o outro.

Para alcançar nossos objetivos, temos que ser pacientes. Apesar de que nós adultos, podemos querer tudo para ontem, temos que nos lembrar que, bem como começar a andar, há algumas coisas em que ainda estamos engatinhando. Por isso tenha paciência, o seu hábito vai passar dos pequenos passos para uma longa caminhada, basta você não desistir.

4. Conte para um/a amigo/a

Eu tive um chefe que sempre nos falava da importância de dividir seus objetivos com alguém, pois isso aumentaria o seu compromisso em realizá-los. Portanto, se você quer, por exemplo, criar um hábito especial e está com medo de desistir, compartilhe com alguém de sua confiança, essa pessoa pode te ajudar a te manter focado e até dar apoio para você chegar lá.

Isso funciona porque além de você estar fazendo um compromisso com você mesmo/a, também estará fazendo, de certa forma, com essa pessoa que tanto significa para você. Além disso, pode ser que a pessoa tenha o mesmo objetivo e um pode ajudar o outro.

5. Desfaça-se das tentações

Vamos supor que você queira criar bons hábitos de sono. Se você colocar uma televisão no quarto ou deixar o celular na mesinha de cabeceira a missão ficará mais difícil, certo? Então, se você quer saber como criar um hábito, deve-se lembrar de desfazer-se daquilo que podem ser obstáculos certos. Afinal, já existem os obstáculos que são os imprevistos que não podemos controlar. Como uma reunião até mais tarde ou trânsito na volta para casa.

Como criar um hábito - Como criar hábitos

6. Escreva os benefícios que você pode alcançar

Quando pensamos em criar hábitos, o fazemos em busca de algum benefício. Por exemplo: o hábito é fazer exercício todos os dias, mas o benefício é ter mais saúde, emagrecer, sentir-se mais disposto/a, etc. Portanto, não pense tanto na ação, mas, sim, no que você vai atingir criando aquele hábito. Assim será mais fácil persistir.

O ato de escrever, faz com que você fixe mais o que é que você vai ganhar com a criação desse hábito e também pode servir como lembrete se você colocar em algum lugar visível.

7. Faça por você

Existe uma frase do Emicida que eu gosto muito que diz: "você é único representante do seu sonho na face da Terra, se isso não fizer você correr, eu não sei o que vai", e isso é muito realidade. No dia a dia, estamos muito preocupados em fazer coisas que beneficiem os outros: os nossos amigos, o nosso chefe, a nossa família, mas, e quanto a nós mesmos?

Será que não merecemos um pouco mais de atenção e dedicação de tempo? Lembre-se que criar bons hábitos é considerar que você também é uma prioridade na sua vida.

8. Trace objetivos, mas que sejam maleáveis

Assim como o tópico 3 nos lembra que não temos que ser tão rígidos, este tem a mesma ideia, mas com outra função. Suponhamos que você queira criar um hábito de comer mais saudável buscando, como diz o tópico 6, alcançar o benefício de perder 3 kg. Então você traça um objetivo de fazer isso em 1 mês, mas ao final de um mês você não perdeu os 3 kg, mas, sim, 2 kg. O que você faz? Desiste do hábito só porque não conseguiu fazer exatamente o que queria? Ou fica feliz que perdeu pelo menos 2 kg e segue com seu novo hábito?

9. Comemore as pequenas conquistas

Voltando à ideia do bebê que engatinha antes de andar, tente atentar-se ao seguinte fato: os pais não ficam super felizes quando um bebê engatinha e depois ainda mais felizes quando começa a andar? Por que lembrar disso é importante? Porque engatinhar também é uma conquista.

O mesmo vale para você, comemore o primeiro quilo perdido, não espere chegar ao terceiro para ficar feliz. Criar e manter hábitos é como subir uma escadinha e cada degrau deve ser celebrado.

10. Inspire-se em quem já chegou lá

O mundo é muito grande e, com certeza, alguém já buscou como criar hábitos parecidos com os que você quer trazer para sua vida. Tente observar essa pessoa, estudar o que ela fez para aplicar na sua vida. Pode ser que você até encontre maneiras de cortar caminho.

Mas, não se esqueça, que cada pessoa é única para não se frustrar querendo seguir exatamente os mesmos passos de alguém que não é você. A ideia aqui é de inspiração e adaptação. Boa sorte e bons novos hábitos!

Livros sobre hábitos

Se você quer uma forcinha extra, quem sabe não obtém por meio de um bom livro, você pode até unir o útil ao agradável e, de quebra, criar o hábito da leitura. Veja as indicações de livros sobre hábitos que separamos para você:

  • O poder do hábito de Charles Duhigg;
  • Hábitos atômicos de James Clear;
  • Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes de Stephen Covey;
  • O milagre da manhã de Hal Elrod;
  • Os segredos da mente milionário de T. Harv Eker;
  • Mini-hábitos de Stephen Guise;
  • Crie bons hábitos de Joyce Meyer;
  • Bons hábitos, maus hábitos de Wendy Wood;
  • Guia dos hábitos inteligentes de I.C. Robledo;
  • Hackeando tudo de Raiam Santos.

Aprender como criar hábitos é muito importante, assim como preencher o tempo livre com algo que você goste. Por isso, não deixe de conferir o nosso outro artigo sobre como descobrir um hobby.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como criar um hábito, recomendamos que entre na nossa categoria de Atividades recreativas.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Como criar um hábito
1 de 4
Como criar um hábito

Voltar ao topo da página