Partilhar
Partilhar em:

Como não ser roubado no Rio de Janeiro

Passo a Passo
 
Como não ser roubado no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro continua lindo e não tem como não amá-lo! O que não é tão legal por lá é a reputação da cidade quando o assunto é roubos. A disparidade alta da desigualdade social somada aos muitos visitantes que passam pela cidade todos os dias fazem do Rio um lugar propício para que pessoas mal intencionadas se aproveitem de situações corriqueiras para roubar turistas e cidadãos.

Prestar atenção em pequenos detalhes e alguns truques para proteger seus pertences podem evitar que a sua passagem pela Cidade Maravilhosa seja arruinada por um roubo ou furto. Para saber como não ser roubado no Rio de Janeiro, fique ligado nas dicas do umCOMO.

Também lhe pode interessar: Como ir para o Peru de ônibus
Passos a seguir:
1

A regra básica para não ser roubado no Rio de Janeiro vale para viajantes em qualquer lugar do mundo: esteja atento aos seus pertences. Quando chegamos em uma cidade nova acabamos nos distraindo com as paisagens e outras preocupações de viajantes. É bem possível que você esteja carregando mais de uma bolsa, se esse for o seu caso, vigie suas malas e mochilas a todo instante. Se você está de mochila, carregue ela na frente do seu corpo.

2

As paisagens do Rio de Janeiro rendem ótimas fotos, mas é preciso ter cuidado pois celular é um dos itens com maior índice de roubos. Evite andar pelas ruas com o celular nas mãos o tempo todo. Se precisar atender, tente fazer isso em um local movimentado e preferencialmente próximo a um comércio. Se você segurar o aparelho com firmeza, as chances de alguém pegar da sua mão e sair correndo são menores.

Na hora de tirar fotos, já tenha em mente o ângulo que deseja clicar antes de pegar o celular.

3

Nunca deixe seu celular sobre a mesa em bares e restaurantes. Por mais que você esteja olhando, basta um minuto de distração para que alguém passe por ali e leve o seu celular sem que você se dê conta.

4

Ainda em bares e restaurantes, é comum deixar as bolsas penduradas nas cadeiras. Para não ser roubado no Rio de Janeiro e prevenir furtos nesses locais, deixe a bolsa no seu colo ou adquira um pendurador ou suporte de bolsa. Isso ajuda a manter os seus pertences no seu campo de visão e evita que alguém mexa na sua bolsa sem que você perceba.

Fonte: mulherbeleza.com.br
5

Quando estiver na praia, nunca deixe as suas coisas sozinhas na areia quando for ao mar. Se estiver acompanhado, peça para seus amigos vigiarem.

No caso de estar sozinho, peça para alguém que está sentado próximo (você tem que simpatizar com a cara dessa pessoa) olhar as suas coisas enquanto você curte o mar. Em troca você pode fazer o mesmo depois. Nessa situação, o ideal é ir à praia com o menor número de pertences valiosos possíveis. Carregue com você somente o necessário e se você encontrar, pode adquirir uma capinha a prova d'água para entrar com o celular e dinheiro no mar.

6

No transporte público a regra de estar atento aos pertences continua valendo. Para se prevenir dentro de ônibus ou metrô mantenha bolsas e mochilas sempre juntas ao seu corpo na frente ou do lado. Quanto mais contato elas tiverem com seu corpo, melhor. Assim fica mais fácil sentir se tem alguém tentando abrir.

Prefira bolsas que têm zíper ou um fecho que não seja tão fácil de abrir para não ser roubado no Rio de Janeiro.

7

Doleira (foto) é aquela espécie de pochete usada para transportar dinheiro e documentos por baixo da roupa em viagens. Esse acessório pode ser um grande aliado seu no Rio de Janeiro. Se você anda com poucos pertences, a doleira é ideal para caminhar sem preocupação. Inclusive também é indicada para situações de grandes aglomerações como o Carnaval.

Guarde celular, documentos e dinheiros na doleira por baixo da roupa e só mexa lá quando for necessário. Você pode deixar um pouco de dinheiro para fora em um bolso para não ter que mexer na doleira a todo tempo.

Fonte: motivabrindes.com.br
8

Conhecer uma favela pode ser um passeio incrível e te revelar as vistas mais bonitas da cidade. Entretanto, apesar da pacificação, muitos morros ainda são dominados pelo tráfico. Entrar em uma favela do Rio sem ser da área pode implicar em que te roubem simplesmente para marcar território e mostrar quem manda no pedaço. Evite passar por essas regiões sozinho sem saber como anda a situação por lá.

Para conhecer uma favela, o mais legal é ir com alguém que mora em uma ou contratando um passeio específico para isso.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como não ser roubado no Rio de Janeiro, recomendamos que entre na nossa categoria de Viagens.

Conselhos
  • Apesar da reputação, não deixe que o medo de ser roubado te deixe paranoico no Rio de Janeiro. A cidade tem muito a oferecer e ama receber turistas. Aproveite!
Comentários (0)

Escrever comentário sobre Como não ser roubado no Rio de Janeiro

O que lhe pareceu o artigo?

Como não ser roubado no Rio de Janeiro
Fonte: mulherbeleza.com.br
Fonte: motivabrindes.com.br
1 de 7
Como não ser roubado no Rio de Janeiro