Partilhar

Que medicamentos posso levar no avião?

Que medicamentos posso levar no avião?

Viagens acabam sendo muitas vezes mais dores de cabeça do que prazeres de verdade. Além de documentações, passagens, check-ins e bagagens, as viagens, especialmente de avião, costumam dar muita dor de cabeça. Toda a burocracia desses ambientes acabam trazendo desconforto para o viajante, mas é sempre importante tomar cuidado para não passar por demasiados apertos e apuros nas alfândegas e aeroportos da vida. Nesse artigo, falaremos que medicamentos posso levar no avião, além de outras questões relacionadas com fármacos e viagens nacionais e internacionais. Continue lendo para saber mais e não acabar com seus medicamentos apreendidos em pleno aeroporto!

Também lhe pode interessar: Que cosméticos posso levar no avião

Pode levar remédio na bagagem de mão?

Sim. Os remédios que você tomar durante o tempo do voo e se você quiser, alguns outros. No entanto, é importante ressaltar que caso os remédios sejam controlados (tarja preta ou tarja vermelha) você necessita ter as receitas em mão. Caso não sejam, basta levá-los em mão e, se possível dentro da caixa original, para que não haja uma confusão entre tráfico de drogas e medicação. Essa é uma importante questão de segurança que não pode ser deixada de lado na hora de levar medicamentos em viagens.

Para remédios líquidos, como a insulina para os diabéticos, existe uma limitação de 100 ml que podem ser carregados na bagagem de mão. Quantidades superiores a essas devem ser levadas nas bagagens que serão despachadas, por questões de segurança e manutenção. Além disso, eles devem ser acompanhados de prescrição médica.

Leia também: Como levar remédios no avião

Posso levar remédios na mala despachada?

Sim. Caso você vá fazer uma longa viagem e precise de grandes quantidades de remédio, sim, você pode levar remédios na mala despachado. No entanto, é preciso redobrar a atenção, porque os remédios que vão para as malas despachadas podem ser extraviados e acabar dando uma dor de cabeça. Portanto, não é recomendável levar remédios na mala despachada. Recomendamos sempre que eles sejam levados na bagagem de mão, mas caso sejam grandes quantidades, sim, é possível levá-los na bagagem que não vem nas mãos.

Nesses casos, é sempre interessante dividir a parcela de remédios entre bagagem de mão e bagagem de despacho. Recomenda-se também levar remédios com uma quantidade a mais para que você não acaba se preocupando em caso de falta ou extravio do remédio, sendo essa dica mais importante para os remédios controlados que não poderão ser comprados no país de destino. Fique atento para que sua saúde não fique prejudicada em suas viagens.

Nosso artigo Posso viajar com remédios pode te ajudar também nessa questão.

Posso levar medicamentos em viagens internacionais?

Sim. No entanto, é preciso ficar bastante atento na hora de levar as medicações em viagens para outros países. Primeiro, consulte se a substância é legalizada no país para o qual você se destina, ou mesmo se ela precisa de receituário médico. Por exemplo, não se pode levar dipirona sódica aos Estados Unidos da América, porque lá essa substância é proibida pelo FDA, órgão similar à Anvisa do governo estadunidense.

Caso você tome um remédio de tarja-preta ou vermelha, peça para seu médico que ele faça uma versão da receita em inglês ou em francês. As receitas não serão válidas para a compra desses remédios em solo estrangeiro, mas elas poderão te auxiliar caso seja pego com os remédios ou caso tenha problemas na embaixada. Por isso é que importante que você fique atento para as quantidades necessárias para o tempo de viagem.

Leia também: Como evitar a ansiedade no avião

Posso levar anticoncepcional em viagem internacional?

Sim, você pode levar anticoncepcional em viagem internacional. No entanto, é preciso ter alguns cuidados básicos na hora de levar esse tipo de medicamento para viagens internacionais, afinal, como supracitado, existem algumas substâncias que são irregulares em outros países. Por isso, é importante que você fique bastante atenta para a lista das embaixadas sobre a permissão de substâncias nos países. Caso o seu anticoncepcional seja irregular ou proibido em outros países, você não poderá levar.

Nesses casos, converse com sua ginecologista para que ela consiga te passar um outro remédio similar que não te prejudique e que consiga ser levado para o país de seu destino. Caso não seja possível, você pode pedir a ela alguma recomendação de remédio que possa ser adquirido no país de destino e que tenha carga hormonal similar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Que medicamentos posso levar no avião?, recomendamos que entre na nossa categoria de Viagens.

Escrever comentário sobre Que medicamentos posso levar no avião?

O que lhe pareceu o artigo?

Que medicamentos posso levar no avião?
Que medicamentos posso levar no avião?

Voltar ao topo da página