Partilhar

Como escrever um conto de terror

Como escrever um conto de terror

Quer se iniciar no mundo da escrita? O gênero do terror é um dos mais divertidos tanto de escrever como de ler, pois tem que se colocar na pele da personagem, enfrentar situações horrorosas e tentar tirá-lo daí da forma mais natural possível. Conseguir criar medo é tão difícil quanto conseguir fazer rir mas, uma vez que se consegue, a satisfação é espetacular; por isso neste artigo de umComo vamos contar como escrever um conto de terror passo a passo para que crie uma história horripilante. Preparado?

Também lhe pode interessar: Como escrever um conto de mistério
Passos a seguir:
1

Antes de começar a escrever um conto de terror temos que ter em conta algo muito importante: a que público queremos nos dirigir? Pois não é o mesmo escrever um conto para crianças que para um leitor adulto: a escolha das personagens, do enredo e do final certamente são diferentes seja qual for o público que escolhamos. Dessa forma, o primeiro passo é determinar os seus leitores para poder começar a estabelecer os seguintes pontos da escritura.

Também é importante que, antes de começar a escrever este tipo de contos, conheça alguns dos mais destacáveis do gênero: em umComo revelamos a você os melhores contos para Halloween porque estão repletos de mistério e terror.

2

Agora temos que começar a imaginar as nossas personagens. Como a intenção é escrever um conto breve, não um romance, teremos que pensar num perfil de personagem básico e verossímil. Isto é, não é necessário inventar todos os antecedentes, sonhos ou frustrações para poder fazer um bom conto, mas sim, teremos que construir um personagem realista e verossímil, com paixões lógicas e uma tomada de decisões que possa ser credível.

Portanto, para criar personagens de contos teremos que fazer perguntas do tipo:

  • Que aparência física tem? (Idade, cor, altura, corpo, se tem cicatrizes, etc.)
  • Quem é a sua família? (Profissão dos pais, se vem de uma família humilde ou rica, onde foi criado, etc.)
  • Qual é o seu maior medo? - Isto é importante para poder determinar a nossa personagem de um conto de terror, pois temos que aprofundar um pouco a sua psicologia de medos para poder estabelecer um bom enredo e um bom desenvolvimento.

Dependendo do tipo de personagem que quiser criar, terá que se aprofundar um pouco mais em seu passado, em suas frustrações ou traumas para poder inventar uma boa história de terror.

Como escrever um conto de terror - Passo 2
3

Se decidirmos que o elemento que causa medo em nosso conto de terror é uma pessoa, teremos que fazer o mesmo que fizemos no passo anterior, mas determinado por essa nova personagem que precisa ter uma lógica e uma veracidade naturais. Não vale mostrar um eterno malvado, temos que sair dos clichês marcados e optar por fazer um retrato psicológico esmerado com o qual o leitor possa simpatizar e conseguir entender os motivos desta personagem.

4

Chegou o momento de começar a pensar no argumento do nosso conto de terror. O que acontece exatamente? Qual é a ordem cronológica da história? Este último ponto é importante porque, muitas vezes, as histórias de medo não começam no mesmo momento dos feitos, mas têm antecedentes passados (a morte de alguém, o abandono, etc.). Assim, para poder criar um argumento lógico e sem incoerências, recomendamos a você que faça uma linha temporal onde possa marcar todos os acontecimentos que tiveram lugar até ao momento do seu conto.

Criar um esquema do argumento e da história ajudará você a escrever e a não cometer falhas como incoerências ou fios que ficam soltos. Tenha em conta que uma história de medo tem que ter todos os elementos bem explicados e coerentes para que acabe sendo um bom conto. Assim, estruture a sua informação e tenha o esquema em mente quando começar a escrever.

Como escrever um conto de terror - Passo 4
5

Um conselho: ainda que tenhamos recomendado fazer um esquema detalhado da sua história, não tenha medo de dar asas à sua imaginação quando estiver escrevendo. Deixar que as suas personagens façam algo que não se espera é algo natural e bom para um escritor, pois significa que criou personagens com vida própria. Portanto, não feche as portas de sua liberdade criadora e deixe a sua mente se mover pelos quatro cantos de seu esquema: isso sim, não perca de vista o que criou previamente porque se não o resultado pode ser caótico.

6

Assim como ocorre com os contos de mistério, no momento de configurar um conto do gênero de terror também temos que trabalhar de maneira muito cuidadosa o suspense do enredo. Edgar Allan Poe, um dos mestres do gênero, afirmou que para criar um bom conto não é necessário que se descreva o sangue, a faca ou o assassinato em si, mas tem que jogar com o medo psicológico, esse tipo de medo que cria uma atmosfera terrível mas sem chegar a desvendar nada. Mais vale sugerir que mostrar, essa é a regra que você tem que seguir para poder escrever um bom conto de terror.

Outro truque que existe para poder criar esse ambiente de medo e que deixa a alma do leitor apreensiva é escrevermos o conto em primeira pessoa. Fazer do nosso narrador o protagonista da história cria algo de imediato ao conto, de frescura e uma vivência pessoal com a qual será mais fácil transferir esses mesmos sentimentos ao próprio leitor.

Como escrever um conto de terror - Passo 6
7

Para conseguir criar um conto que seja capaz de dar medo para valer no leitor aconselhamos você que deixe para trás as míticas histórias clássicas de terror baseadas em lendas de vampiros, fantasmas ou zumbis e opte por criar uma atmosfera em um ambiente cotidiano. Situar as cenas de seu conto em meios reconhecíveis pelo leitor conseguirá aumentar esse efeito que tanto procura e que seu conto triunfe; assim, opte por colocar a sua personagem em um estacionamento à noite ou em uma rua semivazia em vez de deslocá-lo até castelos encantados ou mansões abandonadas.

8

E por último, para conseguir escrever um conto de terror que valha a pena, tem que trabalhar de maneira específica o final. A maneira como os personagens conhecem a resolução do conflito, assim como a sutileza na hora de deixar cair alguma pista durante a história são essenciais para conseguir que o seu conto seja digno de ser lido.

Tenha em conta que não faz falta criar um final feliz, mas também não caia no clichê de querer criar um final apoteótico: o melhor conselho é deixar se levar pela história e ver que possibilidades você tem. Tenha em conta que os finais felizes nunca agradam, mas também não os que são forçados, assim, para que a história faça sentido, o melhor conselho é se deixar levar pelos batimentos próprios da mesma e uma vez ali se deixe guiar.

Como escrever um conto de terror - Passo 8

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como escrever um conto de terror, recomendamos que entre na nossa categoria de Ciência.

Escrever comentário sobre Como escrever um conto de terror

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
josue
gostei,estou mesmo pensando em escrever um conto gótico,tipo de mary shelley ou bram stoker,sabe da transilvania,os carpatos,os balcas...... medo!!

Como escrever um conto de terror
1 de 5
Como escrever um conto de terror

Voltar ao topo da página