Partilhar
Partilhar em:

O que aconteceria se a Terra parasse de girar

O que aconteceria se a Terra parasse de girar

Embora a história já tenha sido retratada em filmes, não chegam nem perto do que cientistas acreditam a respeito do que aconteceria se a Terra parasse de girar. Mesmo que isso seja realmente muito improvável, conforme os estudiosos, se o movimento de rotação da terra parasse repentinamente, o caos iria se instaurar. Para saber mais a respeito desse assunto, confira as informações reunidas pelo umCOMO.

O que acontece se a Terra não girasse em torno de si mesma

Um dos movimentos que a Terra realiza é o de rotação, que é o giro que ela faz em si mesma, sendo que uma volta completa em seu eixo demora 24 horas. Esse movimento tem várias funções, como o de fazer com que exista o dia e a noite, todos os dias, completando assim os 365 dias do ano. Outras serventias é o de estabilidade do planeta, proteção magnética contra os raios solares e mesmo a divisão do ano em estações. Por isso, se a Terra parasse de girar tudo isso seria perdido e drásticas mudanças aconteceriam na vida de todos os seres humanos, o que provavelmente levaria, no médio prazo, à extinção da vida no planeta.

Em um primeiro momento, entretanto, o caos iria imperar, ainda mais se a Terra parasse de girar de repente. Se o movimento de rotação recebesse uma freada, tudo sairia voando, sendo possível comparar essa situação com o acidente de carro que está em alta velocidade e se choca em um poste, quando as pessoas dentro do veículo são projetadas para a frente. Isso se explica com o fenômeno físico denominado de inércia dos corpos, que diz que um corpo tende a manter a sua trajetória. Vale dizer que embora não sintamos, nós, seres humanos, bem como todas as outras coisas e seres, inclusive, o ar, que estão na superfície terrestre estão no mesmo movimento da Terra.

Assim, ao receber uma freada brusca, todas as coisas seriam jogadas para a frente, com a mesma velocidade que a Terra gira, que é de 1.675 quilômetros por hora na altura da linha do Equador, sendo que à medida que se aproxima dos polos a velocidade é reduzida. Depois de tudo ser arremessado, a tendência é que voltasse à sua posição inicial, desabando, até mesmo os oceanos, árvores, amimais, plantas, construções, etc, mas sem provavelmente ficarem de maneira ordenada ou inteira. Se é que existe uma boa notícia, essa projeção dos corpos não chegaria a ser para fora do planeta, uma vez que a velocidade da rotação não é alta o suficiente para que escapassem do campo gravitacional e se perdessem no espaço.

Como ficaria a Terra depois de parar de girar

Estudos indicam que nos primeiros segundos, se a Terra parasse de girar bruscamente, algumas pessoas até poderiam sobreviver, como as que estivessem em um dos polos do planeta, onde a velocidade da rotação é menor e mesmo quem estivesse em um avião. Porém, quem sobrevivesse não necessariamente teria tido sorte, uma vez que na sequência da freada é bem possível que ocorressem tempestades gigantescas, bem como incêndios por todo o globo e erosões imensas pela crosta terrestre.

Mesmo quem sobrevivesse por estar nos polos, entretanto, poderia não sobreviver muito mais, já que os tsunamis gigantescos que começariam, devido ao deslocamento dos oceanos, seriam, principalmente, em direção ao polo sul e ao polo norte. Depois dos desastres iniciais, o caos continuaria, inclusive, no longo prazo, porque se a Terra não voltasse a girar uma metade do ano seria ensolarado e a outra metade viveria nas trevas. Mas não é só isso, o lado voltado ao Sol se tornaria um deserto extremamente quente, pois os oceanos secariam pela intensa evaporação da água, aumentando o efeito estufa e as temperaturas.

O outro lado sofreria com um inverno gelado, sendo que as correntes oceânicas criariam camadas de gelo muito espessas, desencadeando uma era glacial sem fim, mesmo quando devido ao movimento de translação finalmente encontrasse a luz do Sol. Ambas as situações inviabilizam a vida na Terra, sem contar que causaria ventanias terríveis devido à diferença térmica. Outra consequência desastrosa da freada da Terra é que isso provocaria a parada também do núcleo da Terra, que é predominantemente de ferro, causando a quebra da barreira magnética. Isso faria com que não houvesse mais a proteção dos raios radioativos que são emitidos pelo sol.

Quem poderia sobreviver a tudo isso são apenas as espécies que habitam as regiões abissais, ou seja, as regiões marítimas com profundidade entre 4 mil metros e o leito oceânico, onde acredita-se que a biodiversidade é realmente ampla. Isso seria possível porque ela tem a vida baseada na quimiossíntese, ou seja, produz matéria orgânica por meio de substâncias minerais, sem a necessidade de luminosidade. Além disso, vale dizer que se a Terra parasse de girar, não de maneira brusca, mas lentamente, os mesmos efeitos do médio prazo seriam vistos.

E se a Terra parasse de girar em torno do sol?

Muitos problemas e caos também haveriam se a Terra parasse de girar em torno do Sol. A primeira coisa a acontecer é que o planeta iria escapar da sua órbita usual e, com isso, passaria a fazer uma trajetória em linha reta pelo espaço, sem destino certo, cada vez mais longe do nosso atual Sistema Solar. Por se distanciar mais e mais do sol, não existiriam mais os dias, só as noites e, como consequência, aos poucos a vida deixaria de existir.

Se deseja ler mais artigos parecidos a O que aconteceria se a Terra parasse de girar, recomendamos que entre na nossa categoria de Ciência.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre O que aconteceria se a Terra parasse de girar

O que lhe pareceu o artigo?

O que aconteceria se a Terra parasse de girar
1 de 3
O que aconteceria se a Terra parasse de girar