menu
Partilhar

Piadas para crianças

 
Por Letícia Lima. 3 setembro 2021
Piadas para crianças

Rir é o melhor remédio, independentemente da idade. Conforme afirma-se em pesquisa publicada pela revista Educação Unisinos[1], "a ludicidade contribui significativamente para o aprendizado dentro de situações contextualizadas e significativas, e a arte de rir, o cômico, fez/faz com que esta forma prazerosa de aprender [...] resgate e faça brotar o que de mais fascinante existe em todos nós e sobre tudo em nossos alunos: o sorriso e o humor". Ou seja, nada melhor do que o humor para estimular o lado lúdico das crianças. Confira neste artigo do umCOMO algumas sugestões de piadas para crianças.

Também lhe pode interessar: Charadas para crianças

Piadas engraçadas para crianças

Conforme dito anteriormente, as piadas são uma ótima forma de estimular a imaginação e o processo lúdico das crianças. Vejamos algumas piadas engraçadas curtas para morrer de rir infantis, retiradas e adaptadas do Livro do Riso do Menino Maluquinho. Algumas delas são piadas do Joãozinho na escola

A professora

A tia perguntando para o Joãozinho:

– Está gostando da escola?

– Tô não.

– Por quê?

– A professora não sabe nada.

– É mesmo?

– É. Fica perguntando tudo pra gente...

Primeira vez na escola

O Joãozinho foi pela primeira vez à escola. Quando chegou em casa, a mãe foi toda feliz falar com ele:

– Joãozinho, meu amor, diga pra mamãe: o que foi que você aprendeu hoje no colégio?

– Que eu me chamo João Paulo de Oliveira Júnior.

Aula de ciências

Na aula de ciências, a professora explica:

– A baleia se alimenta de pequenos peixes, principalmente de sardinhas.

E o Joãozinho pergunta:

– Como é que as baleias abrem as latas, professora?

O papagaio

A mãe chega na varanda e encontra Joãozinho ensinando palavrões pro papagaio:

– O que é que você está fazendo, menino?

– Mãe, tô ensinando pro papagaio as palavras que ele não deve dizer.

Mar morto

A professora pergunta pro Joãozinho:

– O que você sabe sobre o mar Morto?

– Nada, professora. Eu nem sabia que ele 'tava' doente!

O vírus

A professora pergunta:

– Joãozinho, me dá o nome de um vírus.

– Só conheço o Vírus do Ipiranga, professora.

A batalha

No meio da batalha, um soldado, em vez de seguir em frente para enfrentar o adversário, sai correndo de volta.

– Ei, soldado, que negócio é esse? Você está fugindo?

– Que é isso?... O senhor se esqueceu de que a Terra é redonda?

– Claro que não. E daí?

– Daí que eu vou dar a volta e pegar o inimigo por trás.

A derrota

O soldado chega correndo e diz pro capitão:

– Capitão, perdemos a batalha.

E o capitão responde:

– Vai todo mundo procurar!

Irmã mais nova

Quando nasceu a irmãzinha mais nova do Joãozinho, ele ficou bem feliz. Um ano depois, disse pro amigo:

– Acho que eu vou ganhar um irmãozinho!

– Por que você acha que vai ganhar um irmão?

– Porque, no ano passado, mamãe foi pro hospital e eu ganhei uma irmãzinha. Agora, quem foi pro hospital foi o papai...

As "piadas o que é" também são muito populares entre as crianças. Você pode encontrar diversas delas em nosso artigo de charadas para crianças.

Anedotas para crianças

O grande compilador de anedotas para crianças no Brasil foi o escritor Pedro Bloch, que inclusive publicou livros a esse respeito. Confira algumas anedotas para crianças anotadas por ele:

- Eu tinha uma professora que, toda vez que eu ia fazer uma pergunta, me dava a

maior espinafração.

- Por quê? Você perguntava besteira?

- Até pensei isso. Depois é que descobri que ela mandava eu ver na enciclopédia ou

no dicionário porque ela é que não sabia.

Leonardo contava isso desolado. Quando pensei que ele tinha encerrado o assunto,

disse baixinho:

- É, Pedro Bloch. Foi aí que descobri uma coisa.

- Que foi?

E ele, de cara fechada:

- Descobri que “ignorância também é cultura”

Houve tempo em que havia gente que dominava praticamente todo o conhecimento.

Hoje, para você saber um tiquinho de nada de qualquer especialidade, a coisa fica tão

complicada que nem dá para acompanhar a velocidade do que surge de novo, em

torno daquele quase nada.

Quando Valtinho me ouviu explicando isso, concluiu logo:

- Então nem adianta fazer dever. Nem adianta estudar!

- Claro que adianta! É só você não imaginar que pode saber tudo a respeito de qualquer coisa.

- Eu sei tudo de uma coisa – diz.

- Por exemplo...

- Eu sei tudo do corpo humano.

E vitorioso:

- O corpo humano se divide em cabeça, tronco e membros.

- Mas isso não é tudo – digo eu.

E ele, na maior inocência:

- Ué, tem mais?

Bruninho sempre entendeu palavras à sua maneira. Querem um exemplo?

Dois? Tudo bem.

Cordialmente é uma porção de meninos brincando de pular corda.

Caridade é quando a gente tem muito carinho para dar.

Já Lenise tem suas definições próprias também.

Coração de galinha, por exemplo, devia ser coracinho. Garoto que pintar o sete não pode ser muito levado. Levado mesmo seria um garoto que pintasse o mil.

Para além das anedotas, é interessante explorar os conhecimentos gerais das crianças. Temos diversas dicas em nosso artigo perguntas e respostas escolares.

Piadas educativas para escola

As piadas têm sim espaço na escola e no ensino de língua portuguesa, pois pressupõem um domínio amplo da linguagem para perceber elementos do discurso, figuras de linguagem, variações linguísticas, entre outros. Ajudam, inclusive, a quebrar preconceitos - quando um estudante surgir com uma piada preconceituosa, cabe ao professor lançar luz sobre a questão.

Para alunos mais velhos é possível elaborar uma seleção de piadas para crianças de 10 anos (ou a idade dos alunos), por exemplo, e após fazer a leitura dos textos, propor as seguintes questões para a turma:

  • Identificar o gênero textual;
  • Onde está o elemento de humor;
  • Propor que os alunos construam suas próprias piadas.

Além de contar piadas na escola, para estimular a criatividade das crianças, sugerimos uma oficina de na qual se ensine como fazer sombras chinesas com as mãos.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Piadas para crianças, recomendamos que entre na nossa categoria de Brincadeiras e jogos.

Referências
  1. BERGMANN, Leila Mury; SASSI, Renata Gonçalves. O humor na literatura infantil. Educação Unisinos, v. 11, n. 3, p. 200-205, 2007. Disponível em: <http://revistas.unisinos.br/index.php/educacao/article/view/5723>. Acesso em 31 de agosto de 2021.
Bibliografia
  • ZIRALDO. O Livro do Riso do Menino Maluquinho. São Paulo: Melhoramentos, 2000.
  • RODRIGUES, Camila. DICIONÁRIOS INFANTIS DE PEDRO BLOCH: COMPÊNDIOS SOBRE A GRACIOSA SABEDORIA DA CRIANÇA. Revista de História (São Paulo), 2019.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Piadas para crianças
Piadas para crianças

Voltar ao topo da página